Cachorro ou gato? Qual o melhor para você?

 

Você decidiu que chegou o momento de adotar um bichinho de estimação, mas está em dúvida se o melhor a escolher é um cachorro ou gato?

Maior do que a rivalidade entre cães e gatos é a que existe entre os amantes de cães e os de gatos. Há quem diga que o cachorro é melhor e há quem defenda os gatos com unhas e dentes.

Quem tem razão?

Na verdade, a escolha de um animal de estimação depende de vários fatores. Não existe melhor ou pior e sim aquele ao qual o seu estilo de vida e temperamento se adaptam melhor.

Veja abaixo algumas considerações importantes e depois tome sua decisão entre cachorro ou gato.

Dependência

Os cães em geral são mais dependentes de seus donos e requerem mais atenção. Gatos são mais independentes.

É claro que qualquer animal de estimação que se tenha em casa precisa de atenção, cuidados e carinho. Mas cachorros precisam mais do que gatos.

Se você ou outras pessoas da família têm disponibilidade de tempo para cuidar de um cachorro, de forma que ele não fique muito tempo sozinho, um cachorro pode ser ideal.

Entretanto, se você e os demais membros da família passam mais tempo fora de casa, talvez um gato seja o ideal.

Essa questão pode ser contornada se você tiver alguém que trabalhe na casa ou puder contratar serviços de profissionais que levam cães para passear ou que ficam um tempo em casa cuidando e fazendo companhia a eles.

Espaço

Em geral, os cachorros precisam de mais espaço que os gatos. Principalmente os grandes.

Assim, se você dispõe de espaço como quintal ou mesmo um apartamento grande, pode pensar em ter um cachorro. Para apartamento, o ideal é escolher um cachorro que não precise se exercitar muito e que não seja muito grande.

Em casa ou apartamento, uma grande parte dos gatos tem o ímpeto de escapar por muros e janelas. Por isso, é importante eliminar qualquer rota de fuga com redes de proteção em janelas e varandas e até mesmo em quintais.

Cachorros também tendem a escapar pulando cercas e muros baixos.

Gatos adoram ficar e andar por locais altos. Portanto, veja se é possível colocar prateleiras, rampas e postes apropriados, que farão com que circulem com segurança e liberdade.

Por isso, na hora de escolher um animal, observe bem o espaço disponível e as adaptações necessárias.

Barulho

Os cachorros costumam ser bem mais barulhentos que os gatos. As fêmeas felinas podem miar bem alto se estiverem no cio, mas, em geral, os latidos dos cães são bem mais altos e mais frequentes que os miados dos gatos.

Assim, é interessante observar qual o grau de tolerância ao barulho das pessoas que moram na casa e também da vizinhança, a fim de evitar futuros problemas.

Higiene

Os gatos são naturalmente mais higiênicos que os cães, já que costumam tomar banho com a própria língua, que possui substâncias que de fato limpam. Isso não elimina por completo a necessidade de tomarem banho com água e shampoo, mas a frequência pode ser bem menor do que a de cães.

Os cães podem aprender a fazer as necessidades em local específico desde que treinados para isso. Caso contrário espalharão as fezes e urina por toda a casa. Já os gatos naturalmente fazem em caixas de areia.

Mesmo sendo mais higiênicos e não espalhando as necessidades pela casa, o odor da urina de um gato é bem mais forte que a de um cão. Assim, a caixa de areia precisa ser limpa com grande frequência para não deixar o odor impregnar a casa.

Atividades e Companhia

Para quem gosta de praticar esportes e caminhada, o cachorro pode ser uma excelente companhia. Cachorros em geral gostam de sair e passear, brincar ao livre e correr.

É bom observar que nem todos os cachorros possuem estas características, pois outros fatores como idade, porte e raça também contam.

Gatos em geral não precisam se exercitar em grandes espaços e normalmente não apreciam mudança de ambiente. Podem ser ótimas companhias para quem prefere atividades como leitura e artesanato.

Os cachorros respondem melhor que os gatos a atividades de treinamento, podendo ser muito divertido ensiná-los a sentar, deitar, entre outras coisas básicas.

Despesas

A despesa com cachorros costuma ser maior do que com gatos. Por serem maiores, eles comem mais, ocupam maiores espaços, precisam de mais banhos e as vacinas são em maior quantidade e mais caras.

Afetividade e Lealdade

Enquanto algumas pessoas garantem que os gatos também são leais e afetuosos, outras preferem a afetividade e lealdade demonstradas pelos cães.

Cachorro ou gato, ambos podem ser extremamente afetuosos. A maneira de demonstrar é diferente.

Cães fazem festa para os donos, quando estes voltam para casa, lambem as lágrimas, consolam e parecem entender os sentimentos humanos. Defendem a casa e a família de estranhos e estão sempre receptivos, querendo companhia.

Gatos pedem carinho com um simples olhar, roçam a cabeça nas pernas humanas e levantam a cauda como gesto de amizade, ronronam demonstrando satisfação. Muitos não saem de perto dos donos.

Um documentário do início de 2016 produzido pela BBC 2, apresentou o resultado de pesquisas realizadas com cães e gatos, com relação à oxitocina.

A oxitocina ou ocitocina é conhecida como o hormônio do amor. É uma substância liberada pelo hipotálamo e está ligada a sentimentos de prazer, bem estar físico e emocional.

As pesquisas mostraram que logo após uma interação afetuosa com os donos, os cachorros tiveram os níveis de oxitocina aumentados em média em 57%, contra 12% de aumento nos gatos.

Em teoria, isso significa que os cães amam mais os humanos do que os gatos.

Ainda assim, para escolher entre um cachorro ou gato como companheiro, baseando-se no critério da afetividade e lealdade, esta preferência depende realmente da percepção de cada pessoa e dos sentimentos que o animal provoca nela.

E então, já fez a sua escolha? Cachorro ou gato? Deixe seus comentários abaixo.

FONTES:

The Telegraph Science

Webmd

Vetstreet

Revista Exame

Cachorrogato

 

 

 

 

 

 

 

  • Jacqueline Cohen adora animais, ler, pesquisar e escrever, assim como ajudar de alguma forma os animais carentes, que precisam de socorro e resgate.

Deixe um Comentário