Preta, minha por 1 dia…

Estrelinha – Preta encontrada

Preta foi minha cachorrinha por um dia.
Ela foi encontrada na rua por um rapaz chamado Oseas, que a trouxe em sua própria coleirinha à Pet Shop onde eu aguardava o Prince ficar pronto após o banho. Ele queria que a loja ficasse com ela, o que foi recusado. Como naquele dia 11/09/2010 não tinha veterinária disponível, fui com ele até a outra Pet Shop, após deixar o Prince em casa.

11-09-10_1026

Veterinária – aí vamos nós

Lá a veterinária disse que ela estava muito doente, aplicou um soro e uma injeção de
antibiótico e recolheu amostra de sangue para exame.
Levei-a para casa, onde passou a tarde na garagem, mas não quis comer e foi piorando cada vez mais. À noite, levei-a para o quartinho e fui vê-la várias vezes, cada vez pior. Comprei os remédios receitados, mas só consegui dar a vitamina, através de uma seringa. Mas a essa altura ela já estava com o focinho e com as patinhas geladas, com os olhinhos vidrados e a boca travada. Ainda assim, ela conseguiu levantar e dar uma voltinha. Tentou tomar água, mas não conseguiu.
Na manhã de domingo, ela já tinha ido.
Levei seu corpinho ao Transbordo, na Av. do Estado, 300. Lá, soube que seria incinerada.

11-09-10_1027

Saudade eterna

Ficou somente a saudade e a sensação de impotência por não ter conseguido salvá-la.
Peguei o resultado do exame de sangue no dia 13, onde nem foi possível fazer a contagem dos leucócitos, devido a intensa leucopenia. O diagnóstico: PARVOVIROSE.

Não sei se ela nasceu na rua, mas suponho que fosse de alguém, já que já tinha por volta de 6 meses, conforme estimou a veterinária e estava com uma coleira, que nada mais era que uma cinta de pochete adaptada.

Algumas pessoas acham que cachorro é brinquedo e pode ser jogado fora se quebrar.
Não sei se foi este o caso, mas espero que a minha amiguinha tenha percebido que alguém tentou fazer algo por ela e desejou profundamente que ela sobrevivesse.

Isso aconteceu muitos anos antes de eu saber que existem pessoas que resgatam e cuidam de cachorros e gatos abandonados, e depois os encaminham para adoção. Com certeza, se tivesse sobrevivido estaria comigo até hoje. Quando a peguei, senti que era minha, e foi, por 1 dia.

Pretinha, de onde você estiver, minha estrelinha, receba os beijinhos que não pude te dar enquanto viva. Você esteve muito pouco tempo ao meu lado, mas saiba que ficará no meu coração pra sempre.

11-09-10_1028.jpg

Você também pode contar a sua história com algum de seus animais que já virou estrelinha.

Para isso, mande um e-mail para webmaster@mypetprince.com.br com as fotos e a história (poderá ter o texto editado para exibição no blog)

  • Jacqueline Cohen adora animais, ler, pesquisar e escrever, assim como ajudar de alguma forma os animais carentes, que precisam de socorro e resgate.

Deixe um Comentário